quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Esmagarei a cabeça da serpente (III)



No dia 17 de junho de 1938, o governo autorizou a construção da capela dedicada à Maria "Mãe da Vitória". As obras tiverem início em 2 de julho de 1938, exatamente no terreno que havia sido oferecido pelos pais de Antonia Rädler.

A inauguração foi marcada para o dia 8 de dezembro, festa da Imaculada Conceição, mas Antonia foi presa pelos nazistas no dia 21 de novembro e ficou encarcerada numa prisão de direito comum, onde foi submetida a intermináveis interrogatórios.

Durante a noite, de sete a oito de dezembro, a jovem viu uma grande nuvem surgir em sua cela. De repente, a Virgem apareceu, anunciando sua iminente liberdade: Antonia passaria o Natal com a família. Nossa Senhora lhe ensinou a oração do Menino Jesus, que é rezada no santuário até hoje.

Antonia foi libertada no dia 18 de dezembro, na festa da expectativa da Virgem. Desde então, a afluência à Wigratzbad cresceu extraordinariamente.

Nenhum comentário: