quinta-feira, 8 de abril de 2010

Esta mulher não deixará de cuidar de nós



Agora, fica bem claro que esta mulher, bendita entre todas as mulheres, não deixará de cuidar de nós.

Seu lugar foi criado para a reconciliação que nos diz respeito. Visto a necessidade de um mediador junto ao Mediador que nos foi dado, ninguém será mais propício para nós do que Maria.

Medianeira, Eva também o foi. Mas como foi cruel: através dela a antiga serpente inoculou seu vírus pestilento no homem. Em contrapartida, medianeira fiel, Maria, por sua vez, ofereceu, como bebida, aos homens e às mulheres, o antídoto salvador.

A primeira foi instrumento de sedução, Maria foi instrumento de perdão: a primeira sugeriu a desobediência; Maria nos trouxe a libertação.

São Bernardo de Claraval (1091-1153),
Sermão das doze estrelas, §2,
Ecrits sur la Vièrge Marie (Escritos sobre a Virgem Maria),
Ed. Mediaspaul, Paris, p. 17

Nenhum comentário: