quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Como Nossa Senhora defende seus devotos especialmente na hora da morte


São Boaventura afirma que, para defender seus devotos na última hora de vida, Santa Maria envia o Arcanjo São Miguel, juntamente com seu exército de anjos. Além disso, Ela comanda São Miguel para receber as almas de todos que sempre recorrem a Ela.

Referindo-se a Nossa Senhora, o santo diz:

“Miguel, o líder e o príncipe do exército celeste, com todos os seus anjos ministradores, obedece às suas ordens, ó Virgem, e defende e recebe as almas dos fiéis defuntos, que dia e noite têm-se particularmente recorrido à Senhora.”

O profeta Isaías diz-nos que quando um homem está prestes a morrer, o inferno é aberto e envia seus piores demônios, tanto para seduzir a alma antes que ela deixe o corpo, e para acusá-lo quando ele se apresenta perante o tribunal de Jesus Cristo para o julgamento .

O profeta diz: “Debaixo da terra se agita o inferno, para receber-te à tua chegada; despertam em tua honra as sombras dos grandes, e todos os senhores da terra, e levantam-se de seus tronos todos os reis das nações.” (Isaías 14:9).

Mas Richard de Saint Lawrence diz que quando Maria defende uma alma, os demônios não se atrevem sequer acusá-la. Eles sabem que o juiz supremo nunca condenou e nunca irá condenar uma alma nessas condições.

São Jerônimo escreveu ao Eustochius que Maria não só ajuda os seus servos na hora da morte, Ela vem mesmo para encontrá-los em seu caminho para a eternidade, para que Ela possa incentivá-los e acompanhá-los ao tribunal divino.

Isto está de acordo com o que ouviu Santa Brígida Virgem. Falando sobre a morte daqueles que se dedicam a ela, disse: “Então, Nossa Mãe, voando rapidamente lhes consola e os ensina.”

São Vicente Ferrer escreve:

“Esta Rainha amorosa leva as almas dos que morrem sob a sua proteção e as apresenta ao Juiz, seu Filho, e certamente obtém sua salvação.” Isso foi verificado no caso de Charles, o filho de Santa Brígida, que morreu no campo de batalha, longe de sua mãe. A Santíssima Virgem revelou a Santa Brígida que Charles foi salvo por causa de seu amor a Maria e que ela mesma o havia ajudado na morte, sugerindo-lhe os atos de fé, esperança, amor e contrição, que devem ser feito naquela hora.

Na mesma visão, o santo viu Jesus sentado em seu trono, e então o diabo apresentou duas denúncias contra a Mãe de Deus. A primeira foi que Maria tinha impedido o diabo de tentar Charles no momento da morte; a segunda foi que, sem dar qualquer razão para apresentá-lo como seu filho, Ela se apresentou no lugar de Charles para ser julgada e, portanto, o salvou. Santa Brígida viu o Juiz conduzir o Diabo para longe e a alma de Charles foi levada para o céu.

Santo Afonso de Ligório

Fonte: The America Needs Fatima Blog (tradução)

Um comentário:

Luciana Lachance disse...

Seu blog traz textos muito bons!
Quando puder, visite o meu: As Chamas do Lar Católico
http://lucianalachance.wordpress.com