sexta-feira, 30 de março de 2012

O Corpo que ela criou


Amados irmãos, considerai, colocai na balança, suplico-vos, ó como devemos ser agradecidos à bem-aventurada Mãe de Deus, e quantas ações de graças devemos prestar-lhe junto a Deus, por este grande bem.

Pois o Corpo de Cristo gerado por ela, e levado em seu seio, este corpo que ela envolveu em panos e cueiros, que ela aleitou com materna solicitude, é o mesmo Corpo que nós recebemos no altar. No sacramento da nossa redenção, é este Sangue que bebemos. Eis o que a fé católica nos revela e a Santa Igreja nos ensina.

Não, não existe palavra humana capaz de louvar dignamente aquela escolhida pelo Medianeiro de Deus e dos homens como sendo a carne que geraria a Sua carne. Qualquer honra que possamos atribuir-lhe, estaria abaixo de seus méritos, pois foi ela a preparar, de suas castas entranhas, a carne imaculada, alimento das almas...


São Pedro Damião (1007-1072)

Nenhum comentário: